Prefeitura de São Gonçalo do Amarante prorroga isolamento social até o dia 5 de julho

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante prorrogou, nesta segunda-feira, 29 de junho de 2020, as medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus no município, até o dia 5 de julho de 2020, através do Decreto Municipal Nº 4400/2020.

As barreiras sanitárias, que restringem a entrada e circulação de turistas no município, também seguem montadas em diversos pontos.

De acordo com o novo decreto, a partir do dia 1º de julho de 2020, as atividades dos órgãos e entidades públicas municipais voltam a funcionar presencialmente, dentro do horário normal de trabalho.

O uso da máscara de proteção é obrigatório ao sair de casa, principalmente em transportes, espaços e estabelecimentos abertos ao público.

No decreto também está ratificado o art. 3º do Decreto Estadual nº 33.631 publicado no dia 21 de junho de 2020 e o art. 5º do Decreto Estadual nº 33.637 de 27 de junho de 2020 que incluiu e mantém, nessa sequência, o município de São Gonçalo do Amarante na fase 1 da abertura das atividades comerciais.

Abaixo alguns itens importantes do Decreto Municipal Nº 4400/2020:

  • Fica proibido eventos de qualquer natureza ou qualquer outra forma de aglomeração de pessoas, em domicílios ou em locais públicos e privados;

  • Veda, no período de isolamento social, a entrada e permanência em unidades hospitalares, públicas ou privadas, de pessoas que não sejam pacientes em busca de atendimento, acompanhantes ou profissionais que trabalhem na unidade de saúde;

  • As aulas presenciais em estabelecimentos de ensino públicos e privados permanecem suspensas em São Gonçalo do Amarante;

  • Fica reiterada a emergência em saúde no município de São Gonçalo do Amarante;

  • Prorroga o Decreto Municipal nº 4377, de 15 de maio de 2020, que exige isolamento social de pessoas infectadas ou com suspeita de Covid-19, o uso obrigatório da máscara, proíbe consumo de bebida alcoólica em locais públicos, suspende serviço de internet via Wi-fi nas praças e outros. 

Clique AQUI e confira o Decreto Municipal Nº 4400/2020

 

 

Pela internet ou por telefone, professores de São Gonçalo do Amarante mantém o ensino de qualidade durante a pandemia

Quando se fala em ensino remoto, a primeira coisa que vem à mente é o uso das redes sociais e das videoaulas. Contudo, em localidades sem acesso à internet o extenso município de São Gonçalo do Amarante precisou inovar, especialmente no contexto da atual pandemia de Covid-19. 

Cerca de 86% dos mais de 12 mil estudantes da Rede Municipal de Ensino, composta por 54 escolas, recebem aulas por meio da internet (via smartphones, tablets e computadores), mas para os outros 14% que vivem em áreas de difícil acesso e sem sinal de internet, a solução foi o uso do telefone para esclarecer dúvidas de pais e alunos, além da entrega em domicílio de atividades escolares impressas.

Para Samira do Nascimento Gomes, mãe do estudante Lucas Rafael, “as aulas por telefone são ótimas. Eu estou conseguindo auxiliar meu filho nas atividades”. Ela comemora o sucesso da iniciativa e o fato de poder participar mais de perto da vida escolar do filho. “A gente tem agora a responsabilidade não só de acompanhar a educação dos nossos filhos, mas também de corrigir atividades, ensinar o que eles não conseguem entender, auxiliando e sendo auxiliados pelos professores”, explica.

Laênio Fernandes, pai do aluno Antônio Ismael, também destaca a maior proximidade com o filho com a modalidade emergencial de ensino. “Estamos muito contentes pela presença constante, mesmo à distância, das professoras, da escola e da Secretaria de Educação, mandando as atividades do nosso filho. Ele está com saudade da escola e, por ser criança, não entende bem o que está acontecendo, mas os professores estão ajudando muito e sendo guerreiros. Estamos vivendo uma guerra, mas vamos vencer todos juntos e tudo isso vai passar”, reforça.

De acordo com o Secretário Municipal de Educação de São Gonçalo do Amarante, Guerreiro Neto, a implantação da educação remota, nesse período de quarentena, foi facilitada pela criação de um programa de aproximação com pais e responsáveis. “Há pouco mais de um ano o projeto ‘Família, nosso maior patrimônio’ tem trabalhado a questão do envolvimento dos pais na vida escolar. Aconteceu, então, que com a chegada da pandemia nós vimos nos pais uma excelente ferramenta para auxiliarem seus filhos no processo de escolarização”, lembra o gestor e educador.

Ele acrescenta que “a equipe técnica pedagógica reorganizou o currículo escolar com o intuito de facilitar o processo de aprendizagem dos alunos. Outra medida importante foi a implementação de uma plataforma digital para capacitação e orientação dos professores. Neste ambiente, os docentes interagem por meio de fóruns, participam de encontros online e recebem todo o suporte pedagógico”. 

Destaque regional

São Gonçalo do Amarante também tem se destacado entre os municípios que compõem a Crede 2 (Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação 2), vinculada à Secretaria Estadual de Educação (Seduc). 

São Gonçalo do Amarante é uma das três cidades, entre outras 15 da região, em que 100% dos alunos da educação remota têm entregado todas as atividades aplicadas. Um desafio ainda maior, considerando que a rede de ensino do município tem quase o dobro do número de matrículas dos outros dois municípios que atingiram tal feito, Miraíma e São Luís do Curu, somados. “Temos escolas que possuem plataformas em que tanto alunos quanto professores interagem e isso facilitou bastante para que tivéssemos essa adesão total”, exemplifica o Secretário Guerreiro Neto. 

Para o Prefeito Cláudio Pinho, “o município está conseguindo esses resultados no ensino remoto como fruto de muito esforço em um trabalho inovador de todos que fazem a educação e da família de cada aluno”.

Prefeito Cláudio Pinho visita obras da Escola Manuel Pereira de Brito na localidade de Bolso, no Pecém

O Prefeito Cláudio Pinho visitou, no dia 25 de junho de 2020, a obra da Escola de Ensino Fundamental e Centro de Educação Infantil (CEI) Manuel Pereira de Brito, na localidade de Bolso, no Distrito do Pecém. A obra está orçada em cerca de R$ 1.400.000,00.

De acordo com o projeto, serão realizadas adequações, com reformas e ampliações do espaço. A escola será contemplada com oito salas de aula, sala de música e dança, sala de AEE, salas de Informática, área de convivência, W.C. geral, adulto e PNE (portadores de necessidades especiais), biblioteca e refeitório, além de salas da administração, professores e banheiros, despensa , cozinha industrial, playground e a circulação em pavimentação com blocos de intertravado em concreto com piso podotátil, para inclusão das pessoas com deficiência visual.

As rampas de acesso e urbanização do entorno da escola, com calçada externa ao redor da edificação, em piso de concreto intertravado e piso podotátil também estão incluídas na obra.

Esse é mais um importante equipamento para reforçar a qualidade da educação de crianças de São Gonçalo do Amarante, com idade entre 3 e 11 anos.

“Visitamos a Escola Manuel Pereira de Brito na semana passada, a fim de acompanhar as obras de reforma e ampliação. Queremos garantir a entrega do novo equipamento de educação o mais rápido possível”, explicou o Prefeito Cláudio Pinho.

 

Prefeitura recebe doação de equipamentos de proteção individual da Compassion do Brasil

Na última quarta-feira, 24 de junho de 2020, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, através da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu equipamentos de proteção individual (EPIs), doados pela Compassion do Brasil. A empresa é uma organização cristã, não-governamental, sem fins lucrativos, cujo objetivo é ajudar crianças em situação de risco ao redor do mundo. 

A Compassion atua em 26 países. No Brasil, há mais de 30 anos, a organização tem feito a diferença na vida de muitas crianças, capacitando-as e preparando-as para um futuro melhor. 

No Nordeste, a organização cristã trabalha através de 204 parceiros espalhados por diversas cidades, incluindo São Gonçalo do Amarante. Cerca de 250 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social são atendidas através de assessoramento técnico, político, administrativo e financeiro, além de atuar na defesa e garantia de direitos de cerca de 62 mil crianças e adolescentes. 

O material doado à Secretaria Municipal de Saúde contribuirá para a proteção dos profissionais que estão atuando na linha de frente de combate ao coronavírus no município.

No total, foram doados 10 mil pares de luvas látex, 2.700 máscaras, 10 mil toucas, 100 aventais descartáveis e 100 óculos de proteção. 

“Esse ato de solidariedade da Compassion tem uma grande relevância, nesse momento de enfrentamento à pandemia da Covid-19, que precisamos unir esforços para combater a doença”, destacou a Secretária de Saúde de SGA e Coordenadora do ComVida, Mabel Girão.

Sub-categorias

Top