Ação social entrega cerca de 2 mil quilos de alimentos da Agricultura Familiar e 2 mil litros de leite às famílias em situação vulnerável em São Gonçalo do Amarante

Por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Rural (SDAR) e Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante realizou, na última quinta-feira, 28 de maio de 2020, a entrega de cerca de 2 mil quilos de alimentos oriundos da Agricultura Familiar e quase 2 mil litros de leite às famílias em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com o Secretário Executivo da SDAR, Maurício Brasileiro, a ação beneficiou 160 famílias. Para a realização, contou com a parceria das associações: SALAS (Casa de Patrícia), AIC (Patronato) e ASFAP (Pecém), cadastradas no PAA Alimentos. Segundo Maurício, esta ação é fruto de um trabalho de fortalecimento da agricultura familiar iniciado pela secretaria, em 2013.

A Coordenadora do PAA-Leite/STDS, Anastácia Martins, cada família recebeu 4 litros de leite e uma cesta com produtos alimentícios, advindos da Agricultura Familiar do município.

Para a dona de casa, Ana Cláudia dos Santos Barbosa, moradora da localidade de Parque Violete, no distrito de Croatá, e mãe de três filhos, o benefício foi uma ajuda a mais neste momento de pandemia do coronavírus. “É uma ajuda muito grande, principalmente para mim, que tenho três filhos pequenos. Além dos litros de leite, ainda recebi uma cesta com itens que irão ajudar ainda mais na alimentação dos meus filhos aqui em casa”, agradeceu.

Participaram da ação o Secretário Executivo da SDAR, Maurício Brasileiro, Coordenador do PAA Alimentos, Ítalo Félix, a Coordenadora do PAA-Leite/STDS, Anastácia Martins e as equipes da Coordenação da Merenda Escolar da Secretaria Municipal de Educação, além dos Coordenadores dos Centros de Convivência.

Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos – PAA é uma iniciativa do Governo Federal e sua execução é realizada pelos estados e municípios. Em São Gonçalo do Amarante, o programa é executado pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Rural (SDAR) e acompanhado pelo Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional.

 

Top