Entenda o que são os casos suspeitos de coronavírus em São Gonçalo do Amarante

O Brasil, até semana passada, não possuía testes rápidos disponíveis para identificar casos de Covid-19 na população em geral. Assim, apenas pessoas que pertencem a um grupo com riscos de contaminação pelo vírus poderiam ser testadas. Como por exemplo, as pessoas idosas, com doenças respiratórias e/ou que tivessem viajado para fora do país, ou tivesse tido contato com alguém que viajou recentemente, classificando assim, o grupo prioritário. São Gonçalo do Amarante não possui ainda casos confirmados de coronavírus.  

São Gonçalo do Amarante, até esta quarta-feira, 1º de abril de 2020, teve, desde o primeiro registro, 25 casos em investigação e isolamento domiciliar. Destes, sete já foram descartados. Quatro pacientes realizaram o teste por estarem no grupo de risco. Um foi descartado pelo exame e outros três casos estão aguardando resultado. Os demais pacientes completaram os 14 dias de isolamento e receberam alta.

Os casos em que pacientes, fora do grupo de risco, apresentam sintomas associados ao coronavírus, eles passam a ser acompanhados pelas equipes de saúde de SGA, mesmo que o paciente não esteja dentro dos critérios.

Quando identificado, o paciente passa a ser acompanhado por um profissional da saúde e permanece em casa, sendo monitorado por 14 dias, passando a ser um caso em investigação. Após o término, alguns exames são feitos para observar se ainda há alteração. Caso não haja, recebe alta e se torna um caso descartado.

O município comprou e está aguardando a chegada de mil testes rápidos para detecção do coronavírus em pacientes já isolados. O Governo Federal também deve encaminhar testes rápidos para todos os municípios do país.

Enquanto isso, a determinação de isolamento social segue em São Gonçalo do Amarante.

Top